Um relicário imenso ...

" É uma índia com colar, a tarde linda que não quer se pôr.
Dançam as ilhas sobre o mar, sua cartilha tem o A de que cor?
O que está acontecendo? O mundo está ao contrário e ninguém reparou
O que está acontecendo? Eu estava em paz quando você chegou
E são dois cílios em pleno o ar, atrás do filho vem o pai e o avô
Como um gatilho sem disparar, você invade mais um lugar onde eu não vou
O que você está fazendo? Milhões de vasos sem nenhuma flor
O que você está fazendo? Um relicário imenso deste amor
Corre a lua por que longe vai? Sobe o dia tão vertical
O horizonte anuncia com o seu vitral,
que eu trocaria a eternidade por essa noite
Por que está amanhecendo? Peço o contrário, ver o sol se por
Por que está amanhecendo? Se não vou beijar seus lábios quando você se for
Quem nesse mundo faz o que há durar, pura semente dura: o futuro amor
Eu sou a chuva pra você secar, pelo zunido das suas asas você me falou
Desde que você chegou o meu coração se abriu
Hoje eu sinto mais calor, e não sinto nem mais frio
E o que os olhos não vêm, o coração precente
Mesmo na saudade você não está ausente
E em cada beijo seu, em cada estrela no céu
Em cada flor no campo, em cada letra no papel ... "

(Nando Reis- Relicário)

Um comentário:

  1. "Eu trocaria a eternidade por essa noite" É a melhor parte da música! ;D

    ResponderExcluir